Como se livrar dos comentários e apelidos desagradáveis no trabalho

Tenho um bom emprego mas sou motivo de brincadeiras desagradáveis ou tenho um apelido que me entristece.

O que fazer?

Vou dar uma informação que todo mundo sabe mas poucas pessoas utilizam, nós podemos controlar e influenciar os outros. Com maior ou menor consciência, estamos sempre influenciando as atitudes das pessoas ao nosso redor.

O que tenho a fazer é olhar criticamente para as minhas atitudes. Com certeza elas influenciam e reforçam as posturas de meus colegas de trabalho que não gosto.

Primeiro: demonstrar descontentamento pelo apelido estimula a sua emissão, pois é esse o motivo de sua existência. É duro, mas temos que fingir que achamos o apelido simpático e carinhoso.

Segundo: rever posturas, roupas e manias que geram nos demais a necessidade de me colocar apelidos. Com certeza temos comportamentos que se destacam o suficiente para gerar um estigma, uma marca pessoal que incomoda aos demais. E com certeza gostamos disso, temos prazer inconfessável em causar este incomodo.

Olhe em volta, existem colegas populares que nasceram com a habilidade natural para se destacar, e uma grande maioria que são os conhecidos/anônimos. Não tente se espelhar nos populares, mas na grande massa de conhecidos e veja como eles fazem para se relacionar. Vai notar que eles se esforçam para se enquadrar, evitam marcar sua personalidade.

Quando faço questão de marcar minha personalidade através de roupas e atitudes, vou ser mais notado, e aí vem o perigo. Quando sou notado, viro o assunto das conversas e imediatamente ganho um apelido ou um comentário jocoso.

Quer uma receita para fugir deste “Bullying”, seja menos notado!

Sei que não é fácil, e que podemos preferir mudar de emprego, mas vale esta reflexão: o que eu faço para causar esta impressão e ser taxado com um apelido desagradável.

Qualquer mudança exterior começa dentro de nós mesmos.



Deixe uma resposta